24 de novembro de 2011

Montanhismo, escalada, estilo de vida...

A Paraíba vem mostrando grande potencial para prática deste esporte que faz a interação do homem com a natureza e mostra o quanto é prazeroso usufruir das belezas naturais que cercam o nosso país.


        “O homem sempre procurou as montanhas. Desde os tempos das cavernas, quando buscava abrigo, até os tempos modernos, quando começou a escalar por puro prazer.”
Tudo começou na cordilheira dos Alpes no Século XV, na Europa com expedições que buscavam atingir o cume de montanhas nunca antes visitadas, acabando com os mitos de que lá habitavam dragões e criaturas estranhas.
        No Brasil somente no Século XIX registraram-se as primeiras conquistas com caráter de pesquisa, pioneirismo e levantamento topográfico em nosso território, como a subida da Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro, de 842m de altura em 1828.
        O esporte de ascensão em montanhas de rochas se caracteriza por poder ser praticado por pessoas de qualquer faixa etária. É comum em países de forte tradição encontrar velhinhos, crianças e famílias inteiras desfrutando do ar puro das montanhas. Assim como o atletismo, o montanhismo possui diversas modalidades que se diferem pelo relevo, equipamentos utilizados, clima, espírito aventureiro e preparo físico e psicológico do montanhista.
        A escalada em rocha vem conquistando grandes adeptos por ser um esporte que, além de proporcionar o contato direto da natureza, desafia e intensifica o desejo de superação de obstáculos. Torna-se muito prazeroso passar por difíceis desafios para se chegar ao cume de uma rocha e sentir toda a energia que a natureza tem a nos oferecer.
       Para os iniciantes no esporte é importante fazer, inicialmente, um curso básico de escalada para se ter o conhecimento necessário sobre os equipamentos, técnicas de segurança e técnicas de ascensão. É importante ter muita atenção com os equipamentos utilizados para se evitar acidentes. Logo logo aqui no Blog anunciaremos um curso de escalada em rocha que sera realizado no próximos meses.
        Como o Brasil é riquíssimo em rochas de diferentes formas e tamanhos, o esporte vem se desenvolvendo bastante e atraindo atletas do mundo todo. Na região Nordeste não seria diferente, o esporte e a atividade junto às montanhas têm crescido, apresentando nas últimas décadas um significativo número de montanhas conquistadas, demonstrando a potencialidade da região para o esporte.
 
A Paraíba dispõe de uma enorme riqueza de recursos naturais para a prática da escalada em rocha, com várias formações rochosas distribuídas em toda a sua extensão. Já existem alguns lugares no Estado disponíveis para esta atividade esportiva, como: Pedra da Turuna (Mãe D'Água), Pedra do Picotes (São Mamede), Yayu (Santa Luzia), Pedra do Marinho (Campina Grande), Parque do Poeta (Campina Grande), Pedra do Banguelo (Caldas Brandão/Cajá - Mogeiro), Poço Escuro (Guarabira), e com maior destaque na Paraíba no que diz respeito à prática de escalada em rocha o Parque estadual da Pedra da Boca, localizado no Agreste Paraibano, distante 172 km da cidade de João Pessoa-PB, 100 km da cidade de Natal-RN e 22 km da sede do município ao qual o parque pertence (Araruna-PB).
 



     Pedra da Boca com 400 metros de altura

     
         Para os interessados no esporte há muita informação aqui no blog e em outros lugares na internet com dicas, lugares e equipamentos para começar a escalar.