22 de novembro de 2012

Como construir um Campus Board para escalada

Com tão pouca informação sobre como construir uma placa campus de qualidade na web, nós do escalada PB pensamos que isso pode vir a calhar!

No ano de (1988) o alemão Wolfgang Güllich construiu o primeiro Campus Board numa academia chamada The Campus, e por isso o Campus Board se chama assim.

Ele criou e construiu esse sistema genial para treinar suas fraquezas (Güllich pensava ter fraquezas), e assim conseguir cumprir seu objetivo, que era encadenar a via Action Directe em Frankenjura, Alemanha, hoje considerada o primeiro 5.14d.

 
Em primeiro lugar devemos analisar a inclinação do campus. De acordo com todas as minhas pesquisas, e pelo manual no qual estou me referenciando para fazer esta matéria (campus da metolios) e com  a opinião de quem conversei, o ângulo Ideal é  15 graus, e o espaço nos degraus é 22 centímetros de distância.  O ideal é que o campus contenhas placas de degraus grande, médio e pequeno porte, e com média de 10 placas em cada seção.  Assim, com um pouco de cálculo rápido (que define os degraus no chão), percebemos que o uso de todos os 3 tamanhos de lado a lado, e colocando-os 22 centímetros de distância seria perfeitamente preencher uma folha de compensado de 4 × 8. 

Então decidido o tamanho da placa, se você quiser levantar a parte inferior da folha de pelo menos  1,5 metros do chão é uma opção... o único problema é que a parte superior se torna cerca de um pouco alta, o que significa que se você cair terá q ter uma proteção boa lá em baixo. Mas eu percebo que aqui no Brasil não se tem campus nesta estrutura em casa, vemos esses tipos mais em academias, devido especialmente a limitação de tetos muito aberto.


 Enquadramento da placa com a folha de madeira compensada.



O parte seguinte do projeto é apertar os degraus. Nesse ponto, deve-se pensar seriamente sobre o espaçamento e a altura. Nos degraus grandes, o espaçamento padrão de 22 centímetros, segue  constante até  o topo da placa mesmo,.

Já nos degraus pequenos e médios. O ‘beta’ é acrescentaram degraus extras a meia altura entre todos eles, o que parecia ser uma ótima idéia para as smalls e médiuns. 

Neste exemplo vemos que as médias ficaram um pouco mais juntas do que os 22 cm das grandes, e os pequenos um pouco mais próximo ainda.  Contudo pode-se sempre alterar essas distância sempre que achar necessário. 


Essa são as vigas de apoio para a parte superior do telhado de galpão de dentro para fora e usado 1/2 parafusos polegadas em todas as articulações de apoio (provavelmente forte o suficiente para 5 pessoas utilizarem o campus de uma vez) o que eu acredito ser um pouco exagerado, porém como sabemos quanto mais segurança melhor, o quanto mais você puder investir melhor.

Imagem da Campus Board já no lugar. Lembrando que se você for colocá-lo exposta ao relento, o ideal é fazer um tratamento UV na madeira ou adquirir compensado naval. Na parte superior você pode cobrir com alguma cobertura metálica extra para evitar infiltrações ou coisas assim. 


Neste exemplo a placa ficou em média de 4 × 6. Mas é definitivamente bom ter os degraus grandes indo todo o caminho, desde que tendo espaço.

Lembrando que este tipo de treinamento deve ser restrito a no máximo 2x por semana.

Brevemente estarei postando um modelo de treinamento para Campus Board.

Bons treinos!

Encontre-nos no Face




Fontes:

Adaptado d texto da escaladora Steph Davis, que construiu seu Campus Board, tirou fotos e explicou como ele foi feito, o que é ótimo, considerando que não existem lá muitas referências para montar um Campus.

Guia da Metolius, que a Steph Davis também usou para montar seu Campus.